A Cuia de Venâncio - Por: Adaelson Alves Silva


Dr. Adaelson Alves Silva, piritibano, radicado no Paraná, médico Nefrologista. E autor do texto "A cuia de Venâncio".

Veja o décimo episódio da Série "Um Dedo De Prosa".

Falar sobre os predicados de um papagaio torna-se desnecessário, principalmente quando se trata do papagaio de Venâncio do Sobradinho, que cantava o Hino Nacional e falava mais palavrão que Zé Beiju quando estava nervoso, como onça com sinusite.

Pois bem. Era um final de tarde e a ave de estimação lá estava no seu canto, a observar o movimento da estrada que ligava Piritiba a Andaraí, quando foi atingido por uma bala certeira do badogue de Zé Canhão. Foi bater e o papagaio cair, se estrebuchando e gritando por socorro, que por sinal não demorou. A mulher de Venâncio, vendo a pobre ave caída, se apressou em trazer uma cuia e colocar sobre a mesma, ou seja, colocou o papagaio embaixo da cuia e deu quatro pancadas. Claro que, na cuia, e não no animal de estimação.
 
A explicação científica para aquela forma de tratar o pássaro, nunca me foi dada pela autora e nem por mais ninguém. Até mesmo nossos famosos conterrâneos veterinários consultados, desconheciam aquela forma inusitada de tratamento. É bem verdade que a explicação para o sucesso do tratamento, talvez seja o que menos interesse neste momento e sim em saber que em poucos minutos o papagaio estava recuperado e agradecido à sua dona.

Adelino Moura quando soube do ocorrido só fez um comentário:

 -Acreditar eu acredito, agora se eu pudesse ter visto...  

Já Antiacho Lima: 

— No entanto e porquanto é importante que o pai de Zé Canhão não perca a oportunidade de dar uma boa sova no filho.

 O tempo passou e o episódio foi esquecido por todos, menos pelo papagaio. Vejam vocês, que num dia daqueles em que o sol de tão quente, é capaz de fritar ovo, está a esposa de Venâncio no quintal de casa estendendo uma trouxa de roupas, sob o olhar atento do papagaio. Não se sabe o porquê, porém sabendo, o fato é que o sol deve ter amolecido os miolos da mulher, que teve um mal súbito e pumba: desmaiou. 

O papagaio ficou mais verde, de nervoso, e começou a gritar histericamente:

 — Socorro, Venâncio, traz a cuia, traz a cuia, Venâncio, traz a cuia Venâncio...

Postar um comentário

0 Comentários